domingo, 19 de julho de 2009

Amor bandido

Um metrô para Caracas.

Refinarias para a Bolívia.

E agora a maior hidrelétrica do mundo para o Paraguai. É muito amor para dar, pago pelos cofres públicos do país.


(Do Coturno Noturno) Lula, que já presenteou Evo Morales com refinarias da Petrobras, que vem espalhando dinheiro do BNDES para financiar os seus amigos socialistas bolivarianos(metrô de Caracas, petróleo de Cuba, estradas na Bolívia), agora rasga o Tratado de Itaipu e dá um prejuízo de bilhões de dólares ao país. Está quebrando a cláusula que protegia os investimentos bilionários feitos exclusivamente pelo Brasil e permitindo que os paraguaios, que ganharam uma Itaipu de graça, vendam energia livremente aqui no país, ao preço que bem entenderem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário