sexta-feira, 24 de julho de 2009

Honduras: A Revolução Bolivariana tenta invadir as fronteiras.


(Estadão)LAS MANOS, Nicarágua - O presidente deposto hondurenho Manuel Zelaya chegou nesta sexta-feira, 24, ao posto de Las Manos, no lado nicaraguense da fronteira com Honduras, mas ainda não entrou no país, conforme constatou a Agência Efe. Zelaya chegou a Las Manos procedente de Manágua e passando pela cidade de Estelí às 13h10 (16h10 de Brasília), quando na zona caía uma forte chuva.

(...)
Zelaya afirma:

"Temos o direito e dever moral de chegar hoje a Honduras e tenho diferentes aparelhos aéreos e terrestres para entrar por qualquer dessas fronteiras", reafirmou o presidente deposto. Enquanto Zelaya concedia sua entrevista coletiva, diferentes personalidades, como os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e do Uruguai, Tabaré Vázquez, ligaram para ele para expressar apoio para que seja restituído no cargo.

O líder deposto voltou a pedir aos seguidores para não se renderem perante a repressão e disse aos soldados que os fuzis sejam usados para defender o povo, e não contra a população. "Atendam às minhas instruções, porque sigo sendo o comandante-em-chefe do Exército", insistiu Zelaya.

"São uns bárbaros, são uns tiranos, mas estamos dispostos a abrir um precedente para que este golpe não se repita", respondeu Zelaya quando perguntado sobre sua opinião em relação às ordens das autoridades hondurenhas para ampliar o toque de recolher.

####

Um único comentário meu: Essa história não pode terminar de maneira triste, com sangue hondurenho.
A vitória não é de Zelaya ou de Michelleti, mas sim do POVO HONDURENHO.
O silêncio ensurdecedor dos presidentes "democrátas" da América é estarrecedor, e de amedrontar qualquer cidadão de bem que está acostumado com a América.
Todos serão responsáveis por um eventual banho de sangue.
Principalmente dois deles: Sr. Lula da Silva e Sr Barack Hussein Obama

Um comentário:

  1. Esse bandido está FORÇANDO um banho de sangue.
    Dizem até que ele pode forjar um atentado contra si mesmo pra acusar as FFAA hondurenhas.
    E Obama Hussein e Lula da Silva fingem que não vêem!!!

    ResponderExcluir