domingo, 26 de julho de 2009

Lula prejudica o Brasil ao favorecer ex-bispo paraguaio, afirma Aleluia

do site do Dep. Aleluia - AQUI

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer enobrecer a mentira. A ação perdulária do governo do PT ao abrir mão de receita para atender reclamos populistas do ex-bispo paraguaio Fernando Lugo é um acinte e uma agressão ao patrimônio do povo brasileiro”, declarou neste domingo o vice-presidente Nacional do Democratas, deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).

A mudança no contrato da Hidrelétrica de Itaipu é um crime de lesa-pátria, entende Aleluia. Ele afirmou que o presidente da República não tem autoridade e nem permissão do povo brasileiro para abrir mão de receita com o intuito de bancar modelos populistas na América do Sul.

Segundo Aleluia, à semelhança de Hugo Chávez, que financia republiquetas populistas com o petróleo venezuelano, Lula usa a energia elétrica "para consolidar chefes de Estado incompetentes”, como o paraguaio Fernando Lugo.

O parlamentar observou que os acionistas privados da Eletrobrás vão cobrar do governo brasileiro os prejuízos pelo “desastrado ato do presidente Lula de abrir mão de receita”.

"Lula comete um crime de lesa-pátria. Vamos procurar os canais competentes para barrar esse abuso. Estamos a postos no Congresso Nacional para impedir que Lula consagre mais esse absurdo", advertiu Aleluia.

O líder democrata lamentou que Lula e seus auxiliares sequer conheçam a história da construção de Itaipu. Segundo o democrata, o governo brasileiro beneficiou o Paraguai no projeto de Itaipu.

"Originalmente, o projeto contemplava a construção da Usina num canal e seria edificada com todos os direitos de uso e exploração pelo Brasil, como advogava o engenheiro Marcondes Ferraz. Para ajudar o desenvolvimento do Paraguai, o governo brasileiro fez uma concessão, e decidiu construir a Hidrelétrica na divida entre os dois países. A energia seria comercializada pelo Brasil, como rege o contrato vigente", lembrou Aleluia.

Ao abrir mão dos direitos brasileiros, nota Aleluia, as tarifas serão majoradas e o povo brasileiro terá que pagar mais pela energia elétrica consumida.

Paralelamente à ação que se desenvolverá no Congresso Nacional, Aleluia orientou a assessoria técnica do Democratas a estudar ações junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Conas da União no sentido de cobrar do governo brasileiro a preservação dos interesses nacionais.

"Lula não pode governar o Brasil como se estivesse administrando um sindicato de pelegos", declarou Aleluia.


Um comentário:

  1. É CRIME de LESA-PÁTRIA !!! (mais um... além do "arriar de calças" ao índio cocalero e ao bufão bolivariano... gás, petróleo, metrô.. entre outras "benesses")

    Até quando vão permitir que Lula ENTREGUE o Brasil aos "cumpanheiros" do Foro de São Paulo???

    CHEGA!!

    Investigue-se QUANTO ESTÁ CUSTANDO aos Brasileiros toda essa "BONDADE" Lulista !!!

    ResponderExcluir