segunda-feira, 27 de julho de 2009

Por CPI da Petrobras, Lula mantém apoio a José Sarney no Senado


Apesar de avaliar que a situação do senador José Sarney (PMDB-AP) ficou mais delicada nos últimos dias, o presidente Lula não pretende abandoná-lo por temer perder o apoio dos peemedebistas na CPI da Petrobras, informa reportagem de Valdo Cruz e Maria Clara Cabral, publicada nesta segunda-feira pela Folha.

Segundo a reportagem, Lula deve reduzir as manifestações públicas em defesa de Sarney e atuar mais nos bastidores a partir de agora. Segundo um assessor presidencial, seu chefe não quer dar motivos para que o PMDB no Senado tenha uma posição hostil aos interesses do governo.

O presidente comentou com um aliado que não deseja enfrentar, na reta final do governo, uma nova CPI no estilo da que investigou o mensalão, sobre a qual perdeu o controle e que levou assessores a recomendar que ele desistisse da reeleição.

A Folha informa que, na avaliação de Lula, se abandonar Sarney, o PMDB pode se aliar a tucanos e democratas e minar a candidatura de Dilma Rousseff --a ministra da Casa Civil preside o conselho de administração da estatal.


Um único comentário: Em nome da CPI lula ajuda Sarney, não agora diretamente, mas sim, nos bastidores...
Bastidores?
Agora até as tramóias são esfregadas em nossa cara, sem o menor escrúpulo.
Reparem no teor da notícia. Ela informa os passos do governo nos Bastidores(o que será este bastidor?).
Nos somos grandes palhaços em aguentar isso calados.
Minha pergunta: Quem defende estes caras é o que então?

Nenhum comentário:

Postar um comentário