quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Nada de General Félix


texto de Reinaldo Azevedo

Os patriotas da chamada base aliada entraram em ação, e a Comissão de Segurança da Câmara não conseguiu convocar o general Jorge Felix, do Gabinete da Segurança Institucional, para explicar como diabos funciona, afinal, a segurança do Palácio do Planalto. Como se sabe, o método revolucionário escolhido pelo GSI apaga a cada 30 dias as fitas que gravam a circulação de pessoas no prédio e não anota a placa de veículos de “autoridades” que entram no edifício. É tal a disposição para matar o assunto, que o placar foi esmagador: 12 a 4 contra a convocação. Os governistas acham que já sabem o bastante sobre o tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário