quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Curta do Dia


"Se sou um obstáculo, se sou um estorvo para a paz e a tranquilidade de meu país, eu saio (da presidência). Mas esse senhor (Zelaya) terá de deixar de existir e apoiar o candidato que queira. Estou dando a ele uma opção", declarou. "O único objetivo da população é a eleição, que vai ocorrer em 29 de novembro, a menos que nos ataquem ou nos invadam."


Roberto Micheletti
Presidente Constitucional de Honduras


Está tudo negociado em Honduras. Pelo menos para Roberto Micheletti, o presidente constitucional do país. Basta os três patetas - Lula, Marco Aurélio Porquito Garcia e Celso Ratito Amorim - definirem o status de asilado de Zelaya, convidando-o a vir para o Brasil e renunciando aos seus objetivos de transformar o país numa ditadura chavista, para que a crise esteja morta e enterrada. E que um verdadeiro presidente seja eleito em Honduras, como o povo livre e soberano daquele país quer, em novembro próximo.




Coronel

Um comentário:

  1. Sera que desta vez tambem lula agira com sua costumeira insensatez Stenio? Acho muito dificil ele aceitar qualquer das alternativas que Micheletti oferece pois seria como admitir o proprio erro grosseiro. E contra sua natureza reconhecer seu erro. Afinal onde ele hospedara essa gentalha toda? No Palacio do Planalto? Isso eu nao duvido!

    ResponderExcluir