segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Rio 2016


A MENTIRA:


"Ficar com esse argumento de possibilidade de corrupção nos gastos das obras para os Jogos Olímpicos de 2016 agora seria colocar o Brasil outra vez no papel pequeno que alguns querem colocar todo santo dia. "



Presidente Luis Inácio Lula da Silva, Bruxelas, Bélgica, 04/10/09.




A VERDADE:

  • Não se trata de apostar em corrupção, mas Ricardo Leyser Gonçalves, o funcionário do Ministério do Esporte que o governo do PT escalou para cuidar das obras das Olímpiadas do Rio de Janeiro em 2016 (que envolverão R$26 bilhões de investimentos) foi apontado pelo Tribunal de Contas da União como um dos responsáveis por um superfaturamento de 900% nas obras do Pan-2007 . O TCU já mandou Leyser devolver R$ 16,3 milhões aos cofres públicos. O TCU investiga também contratos do Ministério do Esporte firmados sem licitação e os gastos do funcionário , que de janeiro a agosto de 2009 usou R$ 230 mil em diárias de viagens -há casos de viagens que ultrapassam R$ 80 mil.

Os grifos são os links das matéria comprobatórias.
Gente Que Mente

Nenhum comentário:

Postar um comentário