quinta-feira, 1 de outubro de 2009

"SIGA O LÍDER"

Já faz dias que não posto nada, talvez por causa da inutilidade de postar, ou da falta de argumentos dos que lêem.
Cada um filosofa à sua maneira, uns copiam , uns mentem, alguns escrevem verdades, outros simplesmente seguem à risca o pensamento dos outros, sequer deduzem se haverão lógicas ou paradoxos.
-Quem mais lhe ama, esconde-se no reflexo de um espelho.
-Envelhecer é uma merda, mas morrer é muito pior.
Ninguém de sã consciência pode admitir que quem morre vai para um lugar melhor.
A política é a deturpação da democracia, a religião a deturpação do pensamento.
Para que servem a religião e a democracia?
A democracia é o único meio sustentável para ter-se uma velhice digna.
A religião é um dos meios de resignar-se com a morte.
A velha brincadeira de "siga o líder" é praticada insensatamente na vida real;
Se o líder diz que comer fezes é bom, todos a comem.
Se o líder quiser suicidar, todos acompanham-no.
Afinal ele é o líder.
-Esses "pelêgos" ou lacaios sociais, não possuem concepções em suas vidas, não têm idéias próprias, sem prerrogativas de pensamento, esquecem o verdadeiro conceito e espírito da liberdade.
PENSAR!
-Não sabem decifrar o enigma de existir.
O presidente de um país, não é um líder, nem deve ser tratado como tal, se-lhe advém caminhos errados, decisões escusas, não somos obrigados a seguí-lo.

O presidente de uma nação é o comandante de uma esquadrilha.
Se ele for em direções erradas, e encontrar um "morrote" pela frente, não somos obrigados manter a formação.
-Não sou contra eutanásia, para o sofredor, desde que assim o deseje.
-Nós não podemos é praticá-las em conjunto.
-Não precisamos morrer por um ideal, nem tão pouco matar por ele.
-Democracia e liberdade é pensar, existir, lutar, brincar de seguir o líder é voltar a ser criança.
Há uma época em que os filhos fazem o que os pais dizem.
Há uma época em que discordamos deles.
Há uma época em que os levamos á última morada, e ninguém quer lhes fazer companhia.

bom dia,

Um comentário: