domingo, 15 de novembro de 2009

O NOVO FILÃO MONEOTÁRIO BRASILEIRO

Proibidos no Canadá e no Mercado comum da coroa Inglesa ou "commonwealth" como é mais conhecido, todo e qualquer sorteio eletrônico através de "quiz" ou lances por telefones é "estelionato".
Este filão monetário já é o primeiro colocado entre as despesas dos otários consumidores brasileiros.
Não há como auditar-se esses lances e sorteios, assim como a votação de "realities shows".
Os prêmios desses shows são "mixês" perto da arrecadação em uma votação por telefone, que fica entre 5 a 10 milhões de reais por semana.
Estima-se que entre "quiz", lances, votos e downloads por celulares o mercado estelionatário das empresas de TV e companhias telefônicas movimentem 100 milhões de reais por mês.
O filão moneotário brasileiro é tão grande, que as grandes companhias multinacionais aderiram também ao sorteios por SMS, outro sorteio cuja auditoria é no mínimo duvidosa.
Essa lavagem de dinheiro eletrônica que nosso ministério público nem cogita cancelar.
Aquele carro cujo lance por SMS custa 5 reais, é igual ao dízimo pago a qualquer igreja de mercado, comprando uma vaga no céu.
Eu acho irritante o toque dos celulares, imagino um tocando o "créu" na velocidade 10.
Como temos trouxas com neurônios sublevados em comprar ídolos, prêmios e acreditarem mais na lei de Gérson do que na lógica, o estelionato corre solto.
Não uso celular no dia a dia, tenho um para emergências.
O correio tem mais dignidade, legitimidade e honestidade, mas até isso no Brasil me dá aquela sensação de dúvida.
bom dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário