quinta-feira, 11 de novembro de 2010

TRADIÇÕES, FAMÍLIAS E PROPRIEDADES

T F P
Pois, eis que todo o comunista, esquerdóide fanático, idólatra e doente, virando e mexendo na maionese política, critica a TFP.
A doutrina religiosa da TFP, pouco importa quando trata-se de liberdade e democracia.
Os arautos da democratura brasileira, chamam de cultura, tambores, tamborins carnavalescos, berimbaus e capoeira, axé, rap, música sertaneja, e bisonhamente até funk.

As tradições de um povo são implicitamente suas culturas.
Devemos defender a todo custo nossas tradições culturais e linguísticas, regionais e raciais.

A família é o mais poderoso elo governamental, todos pertencem a uma família, ou são famílias em potencial. essa é a base societária mais antiga que o homem, ninguém, até mesmo os animais sobrevivem sem a mesma.
Devemos defender nossas famílias, com o suor de nossos trabalhos, e o afinco do companheirismo, aliados a cultura, educação e tradição telúrica de cada um.

A propriedade não resume-se a casa própria, o sitio de lazer na praia ou no campo, a fazenda dos criadores e agro-negócios.
A propriedade está no automóvel que adquirimos, na TV , na geladeira, nos móveis e utensílios, comprados com o suor de nossos trabalhos.

Eis aí a T F P, tradição família e propriedade, princípios básicos da liberdade e democracia.
Se não possuo uma casa, tudo que está dentro dela, não é meu, aliás terei de provar que comprei.

O básico da liberdade está em eu poder cultuar minhas tradições culturais,  falar os dialetos regionais, ter direito a uma educação decente, um sistema de saúde eficiente, e um estado que garanta minhas propriedades móveis e imóveis.

Quem pode ser contra o direito básico da democracia, apenas os beócios políticos autoritários e idólatras de imbecis.

Quem os elege quer no mínimo escravizar os que são contra.
ISONOMIA EU QUERO UMA PARA VIVER
bom dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário