quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Campanha contra o "fiu-fiu

Pois,
Estamos contaminados pelo tal de politicamente corretos.
Vejamos que uma deputada chama um deputado de estuprador, moral da hipocrisia ela é vítima.
Depois temos um deputado que foi chamado de estuprador, dizendo que não estupra bagulho, moral da história ele é acusado de estuprador.
Bem, agora o dilema do "fiu-fiu" ser considerado assédio sexual.
As mulheres do tipo "gourmet" ou degustação também deveriam ser processadas, por assédio visual aplicados.
São filés, melancias, jacas, moranguinhos, e outros nomes alimentícios que não recordo, todos adulterados com silicone, botox e  hidrogel, que matam silenciosamente.
Deveriam ser processadas por propagandas enganosas, pelos prováveis consumidores.
Digo consumidor porque e assim que as mulheres estão nos tratando, sendo que deixamos de ser portos seguros, para ser ancoradouros de iates luxuosos.
Ainda não consigo compatibilizar porque as filas masculinas em presídios femininos, apesar de visitas íntimas, serem inócuas e quase vazias.
Diferente das visitas femininas no sistema prisional masculino que é de tamanho infinito.
A mídia mostra o homossexualismo presente nos presídios femininos, esconde a dos presídios masculinos porque é homofobia.
Eu estou a procura dos meus direitos.
Tenho uma guaipeca, misturada com Dálmata, que não consigo levar para passear.
Na rua é um assédio sexual terrível e monstruoso, chegando a ameaçar a minha integridade.
Gostaria imensamente que houvesse uma lei proibindo que os donos de cães machos, deixassem seus cães assediar a cadelinha dos outros.
É constrangedor não poder levar minha guaipeca para passear.
Casado há mais de 30 anos, nunca permiti que minha esposa me contasse episódios de assédios e cantadas na rua.
Sempre comentei com ela, que apesar das grosserias machistas a mulher tinha que ter elegância, para enfrentá-las.
Exceto o contato físico que é caso de polícia.
A mulher tem que ter elegância até na hora de dizer não.
Com estas apologias ao politicamente correto, qualquer dia prenderão o dono de um papagaio que assovia "fiu-fiu" quando passa uma mulher na frente de seus quiosques.
Ensinar obscenos atos ao papagaio é crime.
Caminhamos a passos largos para que no Brasil os homens usem "burca", vai ser proibido até olhares, serão libidinosos por analogias doentias.
As mulheres  processarão seus pares por não terem chegado ao orgasmo.
Eu tenho o direito de convidar qualquer mulher para sair, namorar, ficar ou transar, ela tem o direito de usar uma placa de "PARE" à qualquer tempo, se ultrapassar, pela contra mão ou acostamento chame a polícia.
 Se alguém se compadecer do problema da minha cachorrinha, por favor me avise.
Se o conselho for castrá-la, imagino o conselho que dariam como punição aos homens.
Cada vez mais um aforismo antigo se torna verdade.
Quem gosta de homem, é mãe, homo ou o cachorro, o resto gosta de grana.


  


Nenhum comentário:

Postar um comentário