sábado, 29 de fevereiro de 2020

A SOLIDÃO E A AGONIA DO TEMPO.

Pois,
Hoje, se não houvesse bissextos, completaria 69 anos, mas então será amanhã.
Anos bissextos faz parecer que ganhamos um dia mais em nossas vidas.
Desde o momento da fecundação, o feto vai envelhecendo.
Aliás, envelhecemos dia a dia por vez.
Não sei porque, parece sina, mas detesto "SAUDADES", ele sempre faz-me imaginar que seus desígnio é sofrer duas vezes.
Passam-se os anos e os nomes de colegas tornam-se esquecidos e seus rostos imagens fotográficas borradas ou apagadas.
Lembro mais dos amigos de infância do que s colegas de trabalho nos meus 33 anos de VARIG.
São personagens anônimos das histórias que conto.
Tenho um dom significativo de não lembrar de "filhos da puta".
Me incomoda muito não ter rosto e nomes para lembrar.
A artrite me incomoda.
Já não há pressa nos meus passos.
Perdi o fanatismo do futebol, do "gaúches"(por incrível que pareça, aprendi que o dialeto gaúcho é acentuado).
Aprendi com muita paciência, que com mulher não se discute, calado vencemos a intolerância.
Sói-se viver num país que vive dizendo que isso ou aquilo é coisa de americano.
A frase:
-"MAKE BRAZIL GREAT AGAIN" é um sofisma.
- O correto é:
-"MAKE BRASIL GREAT FOR THE FIRST TIME".
Na minha juventude não havia maconheiros ou homossexuais na "trupe" que frequentávamos.
Nós, os da terceira idade agonizamos no tempo.
Eu não tenho celular, sou agonizante solitário no entrevero dos zumbis de "smartphones".
Eles usam 24 horas por dia, deixam-nos ligados à noite, para verem mensagens, muitas delas infestando e defecando em seus neurônios.
Vejo homens matando por amor, mulheres feias, ou sendo "corno" de lésbicas gordas.
Não é só a pouca instrução.
Sempre tive em mente que quando trocamos mais que duas vezes, temos que analisar onde erramos.
Não tenho raiva dos celulares, tenho nojo da solidão que nos causa.
Se chama isso de progresso eu chamo de "pandemia".
Crianças festejam aniversários, velhos agradecem por mais um ciclo de vida completado.
Ah, se essas crianças soubessem do que vão enfrentar, sem a opção de dizer não.
Meu ateísmo me fez descartar as expectativas de vida eterna, céus e infernos, espíritos e almas.
Não posso sentir medo do que está perfeito para a natureza de nos absorver de volta.
Meus projetos de vida permanecem.
É rude tentar lembrarmos uma palavra e não conseguirmos.
A tristeza de um cão que morre, é a alegria de ter um novo.
 Aos que me felicitarem, tenham o dobro.
Aos que esquecerem, não guardarei rancor, é o tempo esquecendo e agonizando.
FUI...

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

TÁCITA

Pois,
Que venham as boas festas.
Festejamos o NATAL e  a a convenção humana da entrada de um novo ano.
Nossos sentidos é a principal fonte de nossos conhecimentos.
Tudo que sabemos, a capacidade de juntar as informações provenientes de cada um de nossos cinco sentidos, constroem a percepção sobre os objetos e outros seres humanos.
Quanto maior, diferente  e sensorialmente variado for o conhecimento maior o enriquecimento emocional.
São os estímulos cerebrais a complexidade da mente humana.
Somos lobos do mar construindo castelos de areia à espera da onda que o destruirá.
Aprendemos sobre NATAL e festas de ano novo, puras convenções.
Porém fica a dúvida se festejaremos outros natais e fins ano?
Eu festejo a vida.
Não sou fatalista, sou um eterno realista.
Devemos agradecer e ter gratidão à natureza que nos concede viver esses momentos.
Como sempre escrevi, somos todos niilistas.
Niilistas hipócritas a pedir que deuses abençoem, proteja e dêem festas melhores aos outros seres humanos.
Eu peço a cada ano que nossos governantes consigam dar vidas melhores aos necessitados.
Àqueles que resgatam as sobras da noites abastadas dos milionários e falsos ricos.
Devemos espiar nossas atitudes.
Desejo a todos que tenham boas festas consagrando suas famílias.
Eu votei para mudar o Brasil.
Se vai dar certo, não sei, mas  tenho grandes expectativas.
Sou apenas um humano, com humanos desejos.
Devemos sempre dar chance às alternativas.
Nosso cérebro juntou informações suficientes do que não está certo.
Não posso mudar o mundo, nem o sistema sensorial de ninguém.
Que todos sejam felizes sem prejudicar ninguém.
Isonomia para todos é o melhor presente de papai Noel.

FELIZ NOVO CICLO DA TERRA A TODOS
O QUE NOS RESERVA DIA 20/02/2020?
NA MITOLOGIA É O DIA DE TÁCITA.
QUE USEMOS O SILÊNCIO E A VIRTUDE SEJAM ÍCONES EM NOSSA VIDA.


terça-feira, 1 de outubro de 2019

GOVERNO DE COALIZÃO

Pois, 
Nosso governo é de coalizão.
Ou seja, nosso presidente necessita de ter maioria no senado.
Se tivesse maioria na câmara seria excelente.
Presidente sem maioria no congresso NÃO GOVERNA é apenas fantoche.
Seus projetos de lei não são aprovados e seus vetos são anulados pelo congresso.
Por essas causas eu acho que as eleições para o congresso não deviam acontecer junto com as de presidente.
Se Bolsonaro tivesse maioria no senado com certeza alguns ministros de STF teriam sido impedidos.
Qual a diferença entre o governo Bolsonaro e do ladrão de 9 dedos?
O 9 dedos tinha maioria no congresso e quando não tinha comprava.
A AGU apesar de ser ligada ao presidente tem por dever defender o governo no litígios judiciais, inclusive de tentar postergá-los.
O problema do brasileiro votante é não diferenciar os candidatos e popularmente votar em seu gosto.
O PT tinha maioria no congresso porque estava sempre aliado ao PMDB.
Temos mais de 57000 vereadores e 60% de nossos  municípios arrecada somente para pagar os salários da administração pública, isso já acontece em cerca de 4 estados brasileiros.
Não adianta ofender o STF, a culpa é do senado.
Nosso governo é pseudo parlamentarista, pois o congresso governa em silêncio por culpa exclusivamente do eleitor.
Imaginem Rodrigo Maia de primeiro ministro?
É o que acontece no Brasil.
São Paulo tem 55 vereadores e o prefeito não tem maioria.
Sem maioria nenhum governante do executivo governa.
Nosso vereadores, deputados estaduais e federais são os reis de ações de inconstitucionalidades no STF.
Na maioria dos países do mundo juízes de suprema corte são vitalícios.
Todos escolhidos por presidentes, e todos sabatinados nos senados.
VOTAR BEM É NECESSIDADE,
TEMOS DE DAR MAIORIA AOS NOSSOS GOVERNANTES



quarta-feira, 18 de setembro de 2019

O DESESPERO DOS CONDENADOS

Pois,
A pior coisa diante de uma fatalidade é o desespero.
Imaginem  desespero de um inocente condenado à prisão?
Por outro lado olhem o desespero de um condenado clamando inocência.
Devemos definir que o desespero de uma mãe que perde o filho no crime, o mesmo desespero do filho ao perder a mãe.
O desespero de pais sendo assassinados por filhos, ou de filhos assassinados por pais.
Os crimes de vingança de filhos e pais assassinados pelo ciúme dos que falam de amor.
Onde estaria o amor?
Desespero é um profundo desânimo pela falta de capacidade, ou estado de consciência de julga-se que estamos sem saída.
Isso causa depressão profunda.
Não adianta espernear nem procurar culpados.
Temos de buscar ajuda.
As pessoas tem vergonha de pedir ajuda.
Acabam iludidos pedindo ajuda para quem não está preocupado com seus problemas.
Refletindo no popular e coloquial, quem seria louco o suficiente para conquistar amor fazendo greve de sexo.
Nosso mundo nada desesperado.
Desespero é um paradoxo emocional.
Vejo pessoas desesperadas por causa de um celular descarregado.
A que ponto se chega numa alma sem vida.
Se não posso pagar uma conta, foda-se a Serasa e o SPC.
É desesperado esperar.
O problema é que não vou me matar pela esperança.
Desespero para mim é perder meu tempo com as emoções.
Isso não ajuda o coração que infarta, ou  cérebro em AVC.
A solidão é vagabunda não importa o monetário.
Uns rejeitam você pela falta, outros se penduram em seus braços pela abastança.
Pode ser ruim mas muitos estão piores.
Que os bons ventos da bonança nos encontre.
bom dia...