domingo, 24 de dezembro de 2017

O QUE ESPERAR DE 2018

Pois,
Lá se esvai 2017.
Foi um ano nefasto.
A corrupção grassa em nossos governos federal, estadual e municipal.
As empreiteiras e seus empresários sangram a saúde, a educação e a segurança pública.
As polícias prendem e os tribunais de última instâncias soltam.
A corrupção infla o crime organizado.
Brasileiros morrem no sistema de saúde falido.
Morrem assassinados pela falta de segurança pública.
Morrem no trânsito pela falta de responsabilidades civis e criminais pelos motorista bêbados e drogados.
Um milhão de brasileiros por ano são apagados do tempo pelas irresponsabilidades governamentais.
Não nos damos conta dos mutilados, dos órfãos e dos pais que perdem seus filhos.
São apenas números estatísticos.
Ninguém escreve sobre os mais de 100 milhões sem acesso a um sistema dentário, banguelas da corrupção.
Não há o que festejar.
Cerca de um milhão com salários de nobres empresários, são funcionários públicos com aposentadorias milionárias.
Estatais que não dão lucro ao povo que na teoria seriam seus maiores acionistas.
O que esperar de 2018?
Assim como termina 2017 iniciará 2018.
Sera outro ano de manobras políticas e protecionistas dos grandes corruptos.
Haverá eleições?
O povo medíocre irá eleger de novo seus pajés e caciques corruptos.
Se venderão por pães com mortadelas e coxinhas.
Na criação de 130 mil empregos por mês, levaremos 100 meses para dar trabalho aos desempregados, quase 5 anos.
A política brasileira parece religião.
Divide o povo em castas, são papas, gurus, cardeais, bispos e párias.
O ano que vem serão mais de um milhão de pessoas serão mortas  pelo sistema.
Criamos até  figuras emblemáticas como punheteiro de transporte urbano, que chamam de assédio sexual e a justiça de atentado ao pudor.
Prendem um policial corrupto que aceita uma gorjeta de 200 reais, e lhe tiram o emprego, mal pago e sem governança social. Porem, outro de estirpe maligna recebe 50 milhões ou mais de propina e continua no seu cargo inatingível pelo foro de privilégio.
Que país é esse?
O país é bom o povo é uma merda.
Feliz ano novo para todos.