quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

SESSENTA E SETE...

Pois,
Amanhã, às 7 horas, completo 67.
Depois dos 60 as promissórias vencem com juros absurdos.
Não gosto de presentes, gosto das presenças que gosto.
Apesar de que acho que mesmo espiritualistas são materialistas, pois, estudar e
trabalhar, são materiais que nos alavancam para comprar alimentos, casa e outros
bens materiais. Torna-se difícil alguém não ser materialista esta é uma das razões da
felicidade e do bem estar de quem tem um projeto de vida.
Não tenho inveja, rancor, vaidades, avarezas, nem cobiças, deuses e deusas,
ideologias, tão pouco sou politicamente correto. Não consigo limpar merda sujar os
dedos.
Não uso paliativos.
Não adianta nada pomada para hemorroidas, somente passa a dor.
Tenho dificuldades extremas nas amizades.
Sou antissocial.
Detesto confraternizações inócuas.
Nos meus 50 anos fiz um festão, bebi todas, fiquei pelado na janela e vomitei até o
que não tinha.
Meu amigo falecido amigo Clóvis Acosta Fernandes "o gaúcho da copa" cedeu-me
150 litros de chope da Brahma de seu restaurante.
Esta foi minha última festa.
Depois comi o pão que o diabo amassava por cerca de 10 anos.
Sou antissocialista, ainda não consegui enxergar liberdade e democracia nesta
praga, inventada pelo catolicismo muito antes de Marx. Passado mais de 500 anos
das missões jesuíticas, nos dias de hoje a SANTA IGREJA CATÓLICA COMUNISTA
intervém nos destinos de países e famílias, escolhendo e colocando políticos nas
vidas do povo.
Amanhã é meu ano novo, meu novo ciclo, minha nova etapa, sem "reclearance", sem
"ETP" (Equal Time Point) e sem "PNR" (Point of NO Return).
É um voo só de ida.
Ninguém pode acompanhar, eu que acompanho os voos daqueles que gosto.
Não falo de amor porque é inconsequente, perdulário, emotivo e malvado. Falo de
amizade e companheirismo.
Meus maiores presentes são meu filho teimoso, e minha esposa. Aturar-me por 35
anos foi padecer no paraíso.
Não temo nada do porvir, tenho medo dos que ficam para trás.
Bom dia, amanhã será apenas mais um dia.
Jamais devemos sofrer ou agradecer por antecipação
FUI, mas pretendo voltar...
Postar um comentário