sábado, 31 de outubro de 2020

POSTOS DE SAÚDE DOS SUS...UM ENTRAVE CLÍNICO

 Pois,

Tive um súbito aumento de glicemia ao tomar um aparente e inofensivo remédio para a dor que a bursite no ombro esquerdo me atingia.

Por que não fazia infiltração? Porque corticosteroides não podem ser usados por diabéticos.

Depois de 2000 não pude mais ter UNIMED, talvez muitos não saibam mas a Fundação Ruben Berta não repassava os valores dos aposentados para a empresa de saúde mesmo que se pagasse na tesouraria.

Me vi obrigado a chamar a SAMU. Fui atendido com rapidez e muita cortesia.

Queriam me levar para uma UPA cerca 30 km de minha residência, me neguei pois moro a 500 metros de um posto de saúde.

Também fui muito bem atendido devido à emergência.

Descobri que a maioria dos médicos dessas unidades, são psicólogos com alguma graduação em medicina familiar.

Me deram uma dose de insulina e uma parafernália de medicamentos do SUS.

Eu tomava um medicamento chamado MERITOR 2/1000 que o médico que me atendia teve que procurar no Google.

Mandou-me parar com ele e me receitou a famosa metformina do SUS.

Usada há 50 anos para o controle dos níveis de glicose no sangue, a metformina é útil, principalmente, no tratamento e prevenção do diabetes do tipo 2.

Porém causa-me diarreia.

Descobre-se que a há medicamentos muito melhores nas farmácias, mas o SUS nos dá essa merda de genéricos, muitos deles não confiáveis.

Sem alternativas razoáveis estou consultando um ENDOCRINOLOGISTA.

Triste descobrir-se que os clínicos desses postos e saúde não tem experiência suficientes para tratar diabetes, colesterol alto e pressão alta, sem receitar os ditos cujos medicamentos genéricos.

Moral da história:

PRONTO PARA OUTRA...

FUI


Nenhum comentário:

Postar um comentário