sexta-feira, 28 de maio de 2010

INSS : Para que serve?


O INSS arrecada dinheiro aos milhões mensalmente do trabalhador brasileiro, e deveria ser responsável pelo pagamento de aposentadorias, pensões, auxílios-doença, etc.
Sou médico ortopedista, lido com DOR todos os dias, e acompanho trabalhadores e suas relações com o INSS já há 14 anos.
Deve haver muitas fraudes em relação ao recebimento indevido de muitos benefícios, mas isso não justifica o que vem acontecendo, principalmente depois da gestão Lula em 2002 (mas também era ruim com FHC).
Além disso, colegas médicos, que são peritos (muitos amigos, inclusive) acabam por inviabilizar qualquer tipo de relação sadia entre o trabalhador e o serviço que DEVERIA ser prestado pelo INSS.
Muitos peritos são probos, honestos e fazem o serviço de maneira extremamente profissional, mas alguns...
Vou exemplificar aqui em minha cidade, com 40 mil habitantes, no interior de SP, com um Posto de atendimento do INSS que conta com 3 médicos peritos concursados:
Lido com pacientes trabalhadores que sofrem acidentes no trabalho ou fora dele, com pacientes que trabalharam duro por uma vida inteira (fui por 8 anos Médico da Família e Comunidade de toda área rural desta cidade).
Então sei bem como o corpo padece diante a trabalhos ditos "brutos". Lembro também que em gerações anteriores, os adolescentes, desde cedo começavam a ajudar seus pais no serviço rural, às vezes até com menos de 12 anos. Hoje estes pacientes estão com idade superior a 60 anos e sua estrutura ósteo-articular parece 20 anos mais velha e destruída.
Atendo em meu consultório pacientes humildes que se matam a juntar dinheiro para pagar uma consulta (pelas parcerias municipais, sindicatos, planos, chegam a 100 reais) e fazer tratamento, necessitando de afastamento do serviço para poder se reabilitar ou até mesmo ir ate aposentadoria por invalidez.
Vou dizer de forma bem clara: Não vendo laudos e atestados, e o que vai escrito no documento é exatamente o relatório da doença, do tratamento, da evolução, e do prognóstico de cada paciente. Não omito , muito menos invento situações.
Pois bem, aqui os "colegas" peritos (ou pelo menos 2 deles), fazem o que for possível para dificultar o acesso do trabalhador ao benefício a que tem direito. Solicitam exames caros e desnecessários, inventam a obrigatoriedade de procedimentos médicos ou de saúde auxiliar, ao ponto de tentar fazer o paciente desistir da empreitada. E que ás vezes não tem solução, pela incapacidade física destes.
Eu poderia me calar, afinal o valor da consulta é o mesmo se o paciente tem ou não a garantia de um bom e profissional atendimento no INSS ou não. Mas abri a boca e: PIOROU ainda mais. Agora eles dificultam mais ainda quando o laudo é assinado por mim, como "birrinha" infantil de profissionais médicos os quais jamais poderiam exercer tal atividade pela incapacidade técnica, ou por desvio de caráter mesmo em fazer mal a tanta gente assim. Porque afinal, quem sai perdendo??? Eu??? Claro que não. Meu consultório continua cheio pela lei de mercado que diz que quem tem competência se estabelece.
Mas estes concursados não tem sua competência e probidade avaliada em um simples prova de concurso.
E pior vejo diariamente, e me alio a sua dificuladade, pacientes jogados em filas intermináveis para serem maltratados à frente de pseudo-peritos que não deveriam ser funcionários públicos federais e bem remunerados. Fizeram em nível nacional (os peritos) a diminuição do número de perícias, alegando tempo insuficiente (atual: 20 minutos); cobram do Instituto que devem ter mais tempo, mas na prática não levam nem 5 minutos para avaliar um paciente, um laudo ou um exame.
Oras, se sou médico credenciado pelo CRM/CFM, e emito um documento (laudo) declarando detalhadamente a situação do paciente e o quanto ele precisa do afastamento, porque dificultar essa relação solicitando à margem de minha conduta, mais exames ou mais procedimentos desnecessários, que inclusive a maioria nem entende o que vê, pela má formação acadêmica e pura ignorância mesmo. Eu detalho inclusive no documento a conduta relacionada pela literatura médica vigente, mas ...
Esse texto é mais um desabafo, o qual já fiz ao vivo aqui na cidade, mas só piora a situação. Se governa para o Sistema e não para a população.
Se esqueceram de conceito correto de República, onde com sua voraz atuação se confunde com o conceito de Estado e Governo.
Precisamos moralizar a entrada de qualquer profissional médico, mesmo sem formação adequada porque estudou uns dias e passou num concurso que não avalia nada. Senão ficamos reféns nas mãos de sociopatas que estão lá só para bater ponto e ainda por cima negligenciam um trabalho que deveria ser sério e de suma importância.
Mais uma turminha "de branco" que ajuda mais e mais a destruir o Brasil e seus trabalhadores que todos os dias ajudam e constroem o parimônio que representa toda essa Nação.

16 comentários:

Aborto Não PT Não disse...

Olá! Estou criando um site "pró-vida" para divulgação da política "pró-aborto" do PT.

"Aborto Não PT Não"

### Por favor me ajude a divulgar. ###

http://www.abortonaoptnao.com

Obrigado!

Laguardia disse...

Parabéns pelo desabafo. Esta é a dura realidade que nossas autoridades teimam em ignorar

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

A Medicina Pericial, em sua grande maioria, não presta mais servços à população (são funcionários públicos, teria que ser este o dever), mas sim trabalham para o "sistema".
Aliás essa é a tônica de todos as prestações de serviços públicos neste país.
Com nossos impostos, é claro.

BLOG DO MARIO FORTES disse...

Nada mais extorsivo e, portanto, injusto do que os impostos no Brasil.
Isto sem falar na destinação da arrecadação, nem sempre efetivada de forma republicana, digamos assim.
Este é o caso da arrecadação da Previdência que serve de "uso geral" ao bel prazer de sua excelência.
Publico hoje post sobre o assunto tributos extorsivos: http://blogdomariofortes.blogspot.com/

Caio Suetonio Tranquilo disse...

O senhor se dia ortopedista, mas no site do portalmedico.org seu nome não consta como especialista.Porque?

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Não me digo: !
Sou membro titular da SBOT desde 2001 (quando fiz a prova em Campinas e passei).
residência médica em Ortop na Faculdade Estadual de Medicina de Marília.
Nunca procurei meu nome no portal médico...
Se vc tivesse sido mais cortez enviava meus diplomas digitalizados que estão em minha frente na parede de meu consultório.

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Ah...
Ao incrédulo.
Descobri.
Meu registro de especialidade foi feito quando eu tabalhava no Paraná.
Procure de novo, só que no estado "PR" e verá escrito ortopedia. Não sabia que precisava transferir as especialidades e aliás nem vou atrás, mas já que o Sr indagou. Faça novamente a Busca no Paraná sob o CRM nº 20248 /PR

Michelle disse...

O Sr é perito do INSS?

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Michelle:

Sou perito forense.
Aquele que faz a perícia quando o paciente não consegue êxito nos postos do INSS, entram na justiça e o juíz nomeia um perito.
Faço perícias judiciais aos montes e desnecessárias , que poderiam ter sido resolvidas nos Postos do INSS, mas chegam até a justiça por incapacidade técnica deste órgão inútil que é o INSS.
O Custo é maior para o país e o paciente acaba conseguindo o benefício via justiça.
Mas pelo menos o perito do INSS, nestes casos, tirou o corpo fora e simplesmente nega , sem observar tudo o que deve ser feito em um atendimento como esse.
Funcionário público federal assim é fácil...

Walter Carrilho disse...

O inss é uma parte da sacanagem. Vá a um posto da receita para ver outras sacanagens. Somos esfolados vivos, meu caro! abs

disse...

DR.Stenio Guilherme Vernasque da Silva,parabens pela sua atitude,o sr sim merece ter o crm pois faz jus ao juramento que fez...
Não é como os peritos do inss que sao como açogueiros,pois nao se preocupam com o lado humano e sim com a ganancia de um sistema corrupto.

Sou portadora do transtorno bipolar,meu psiquiatra nao quer me dar alta pois sabe q nao tomo os remedios corretamente e sabe que vou me matar dentro da droga de empresa,sou bulimica,tomo remedios para tireoide sem necessidade só p/ emagrecer,tomo laxantes,diureticos,já tentei suicidio varias vezes.Estou sem receber desde junho de 2010,pois a perita do inss me deu alta e nao deferiu.
Entrei com ped. de reconsideração,foi horrível falar sobre coisas q só converso com meu psiquiatra,pois a relação-medico-paciente deve ser de confiança,e como pode um perito do inss,analisar a aptidão sendo que quem faz meu tratamento é o meu psiquiatra,minha empresa nao me deixa voltar sem um laudo do meu psiquiatra,e o INSS nao me paga preciso comprar remedios,e sustentar meu filho de 3 anos...Só tenho vontade de morrer e de me multilar.O CRM nao pode intervir com relação aos medicos peritos do inss? Vou ter que me matar pro meu filho receber pensao por morte...

angelica

ANGELICA RODOLPHO SOUZA disse...

DR.Stenio Guilherme Vernasque da Silva,peguei hoje o resultado do pedido de reconsideração e indeferiram...Disseram que tenho que entrar com recurso,estou afastada da empresa desde 29/07-2009,e realizava as pericias em SAO BERNARDO DO CAMPO,e todas foram DEFERIDAS,mas depois q me transferiram p/ agencia do ARICANDUVA-SP SÓ INDEFERE.QUAL SERÁ A POLITICA DESTA AGENCIA??

O DR como medico e perito o que me aconselha a fazer,estou sem receber desde junho 2010 e nao tenho dinheiro pro remedio,eu me matando meu filho recebera pensao por morte,me ajude....só penso em suicidio...

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Angélica.
Vc pode em 15 dias pedir um recurso (o formulário ta nas agências do INSS).
Aí vc tem direito à nova perícia com outro médico.
Surgiro que vc tenha o atestado ou o laudo do seu médico, que trata de vc.
Leve todos seus exames.
Realmente o INSS ignora os trabalhadores brasileiros e previlegia os vagabundos que estão encostados no sistema e jogando futebol de fim de semana.
Além disso a OAB (Casa do Advogado) fornece um profissinal advogado que pode te auxiliar e conseguir seus direitos pela justiça. E é gratuíto.
Infelizmente só posso orientá-la.
E em relação ao suicídio....
Realmente essa é sua pior opção e nem deve ser considerada.
Procure a ajuda certa: UM ADVOGADO.
Com certeza seu caso tem solução.
Abraços

ELVESIO54 disse...

INSS significa Instituto Nacional de seguro social que a principio seria para as pessoas receberem auxilio doença, seguro, auxilio desemprego, pensão de morte e etc...
O INSS foi criado em épocas mais sérias para garantir basicamente a assistência médica e a aposentadoria do contribuinte no futuro. Mas ao longo dos anos, o INSS vem sendo arrombado pelo setor público, o que provavelmente motivou a criação de obstáculos aos que pretendem se aposentar, além dos baixos índices de reajuste aos que já estão aposentados.
Basta ver o déficit da Previdência e com quanto cada um dos setores contribui para o rombo.
Há casos em que o Instituto paga verdadeiras fábulas aos beneficiários vindos do setor público. O Brasil esqueceu facilmente que o INSS serviu de fonte para ladras como a Georgina, e ainda serve de fonte para o governo e outros bandidos que assaltam o dinheiro que pertence aos trabalhadores e ainda prestando em contrapartida, um péssimo atendimento à população em termos de saúde e assistência social. Mas hoje infelizmente,a realidade de hoje é que o INSS só Serve para o usuário morrer numaa fila e o funcionário morrer de fome.

Hannamay disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
KASAL_PERES disse...

BOA NOITE

MINHA OPINIAO JA QUE NAO TEMOS A OPÇAO DO NÃO DESCONTO ENTAO ISTO NAO É CONTRIBUIÇAO E SIM

OUTRO BELO DE UM IMPOSTO
QUE QUASE SEMPRE NAO TEMOS RETORNO POIS PARA TERMOS DIREITO AO AUXILIO TEMOS QUE NOS SUBMETER A PERICIAS E QUE MESMO NA CARA DESTES "PERITOS "ESTAMOS APTOS A RECEBER OS MESMOS ELES NOS SAO NEGADOS TENDO ASSIM QUE TENTAR POR VIA JUDICIAL ONDE O PROCESSO É ARRASTADO POR LONGOS E LONGOS TEMPOS !!!

ENTAO PORQUE NAO MUDAR O NOME E SIGLA PARA

"INIS"

INSTIUTO NACIONAL DE IMPOSTO SOCIAL