sábado, 31 de dezembro de 2011

ADEUS, 2011

Pois,
ADEUS, significa A Deus, que Deus vá contigo, que vá com DEUS.
É uma despedida para sempre.
Existem certas nuances na vida, as quais deveríamos por obrigação dar ADEUS às drogas, à violência, aos amores não correspondidos, aos políticos corruptos, ao passado, mas não é fácil, porque não depende de nós, mas sim de um todo.
Vejo os religiosos dizerem que  não se pode perguntar o que DEUS pode fazer por nós, mas o que nós poderemos fazer por DEUS.
Sublime blasfêmia, nós não podemos fazer nada por DEUS.
O ser onipotente pode tudo, está em todo lugar, e sabe de todos.
Adorá-lo?
Seria o êxtase do egoismo divino.
Bajulá-lo?
Seria o ápice da cretinice.
Por isso que o ano que se esvai seja entregue a DEUS.
Nós fomos cretinos e egoístas o suficiente para acreditar-mos que nossos políticos foram eficientes.
Como eu gostaria de dar A DEUS ao retirante nordestino, ao filósofo das 1001 noites, ao Collorido de OZ, ao "Sheik" de madagascar maranhense.
Ao que parece eles tem protetores terrenos, que nós mortais crentes ou não, rezando ou não, não conseguimos diagnosticar, é uma doença messiânica
Estamos sempre em busca do eterno SASSÁ MUTEMA.
BOAS FESTAS À TODOS, apenas um lembrete:
O salvador de todas as coisas, inclusive da pátria está dentro de cada um.
Libertem-se.
O governo Dilma está entregue A DEUS, se encontrarem o túmulo dêem-me as coordenadas quero passar longe o suficiente para não sentir o fedor.
Até o ano que vem.

2 comentários:

  1. Meus sinceros desejos de um novo ano cheio de esperanças, amor, paz, saúde, respeito, democracia e que nos oportunize uma mudança que nos resgate a honestidade, ética e responsabilidade na política brasileira!
    Afinal, sonhar não custa nada!
    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Gostei muito desse A DEUS...
    Abraços fraternos de paz

    ResponderExcluir