terça-feira, 30 de agosto de 2011

Como acreditar neles?

Os vereadores de Porto Alegre, em rápida votação no início da tarde de ontem, aumentaram seus próprios salários em mais de 40%. E não é porque estavam com salários defasados, já que no início do ano, tiveram um aumento de 20%, que era a inflação acumulada desde 2007. Vocês conhecem alguma categoria de trabalhadores que tenha - pelo menos - ganho a inflação real nestes anos complicados? Pois é... quem manda serem trabalhadores?

E políticos como estes são os que pretendem fazer a reforma política do País. Como acreditar nas boas intenções desta gente?

A propósito, o salário deles agora, é de mais de 14 paus. Algum deles ganharia perto disso na iniciativa privada?

2 comentários:

  1. Para o PoPa,
    COMENTÁRIO DE JOSÉ DE ARAÚJO MADEIRO.

    Beto,

    Repassamos para você este comentário que postamos para o Reinaldo Azevedo, da Veja, conforme sua matéria de hoje:

    A Ministra Ellen Gracie, na entrevista das páginas amarelas da Veja afirmou que o Judiário era o Poder ¨Menos¨ Corrupto.

    E isto não é existe. É corrupto. Não existe meia-virgem. É virgem ou não. Assim também na corrupção.

    Mas para você uma sugestão: há um vídeo no youtube, http://youtu.be/DLTaFN7a0eQ, que flagra Zé Dirceu, Lula e demais outros em negociatas no interior da Casa Civil.

    Ainda:

    Líder do PT critica ‘Veja’
    e defende discutir limites à imprensa.
    É o Politburo Comunista do Brasil (PTralhas) agindo em quatro frentes:
    1. O governo de fato e da propaganda: Luiz Inácio Lula;
    2. O governo de representação política: Dilma Rousseff;
    3. O governo paralelo e da articulação empresarial: José Dirceu;
    4. O governo da articulação parlamentar e da base de apoio: bancado do PT e aliados da fisiologia na atividade política, a exemplo do PMDB do Sarney.

    * agora, o senador Humberto Costa sugere controlar a imprensa, para assegurar à impunidade.

    Att. Madeiro

    ResponderExcluir
  2. Me faça contato por e-mail yehudinsg@hotmail.com
    Saudaçoes anti PeTralhas

    ResponderExcluir