sábado, 14 de março de 2015

O CONTROLE DA NATALIDADE BRASILEIRO

Pois.
É difícil convencer parte da sociedade sobre como  ser importante o controle da natalidade.
Um dia parte da sociedade vai entender de que políticas sociais, migalhas distribuídas, nunca vão contornar os problemas sociais, são apenas remédios paliativos para essa dor, que infesta todos os países do mundo, inclusive os gigantes  Estados Unidos e Europa.
Até 1970 éramos um país medianamente rico, hoje apesar da propaganda alardeada de sétimo PIB mundial somos muito pobres.
Dos 90 milhões de 1970 , temos hoje mais de 200 milhões.
Em 1956 tivemos o maior salário mínimo de nossa história.
Esses governos pós constituinte de 1988 conseguem transformar nos dias de hoje, o salário mínimo em classe média.
Somente à título de informação 100 reais de 1994 valem hoje 22,35 reais.
Sendo mais incisivo os 100 reais de 1994 compravam 100 quilos costela, os 100 reais de hoje pouco mais de 5 quilos.
Se tivéssemos planejamentos familiares desde 1985 hoje seríamos primeiro mundo, ou talvez a corrupção não deixasse.
Fazer social às custas de quem batalha 8 horas por dia para receber merrecas é muito fácil.
No ano que passou houveram  milhares de  latrocínios na terra Brasil.
esse é o controle da natalidade às avessas.
O desgoverno hoje coloca entraves em diversas opções sociais por absoluta falta de numerário, pois, alem da corrupção, tem contas absurdas para pagar, tais como:
A tal de copa do mundo do vexame, a doação do estádio do Corinthians,  e as olimpíadas do porvir.
A diversão dos outros paga pelos trabalhadores brasileiros.
Fico perguntando porque são contra as reformas políticas, tributárias, jurídicas e maioridade penal?
Uma das respostas mais intuitiva é que quanto mais pobre e necessitado mais fácil de ser manipulado.
Ontem 3 reles bandidos roubaram 14 toneladas de dinamite, suficiente para destruir 14 estádios de futebol, analisando por baixo dá para destruir 28000 caixas eletrônicos, o palácio do planalto, o congresso e ainda sobra para o STF.
Porém os bandidos não tem cérebros para nos ajudar, sabem que enquanto continuar esse governo do proletariado, eles continuarão impunes.
Brasileiros sofrem epidemias de síndrome do pânico, quem sai de casa, não sabe se volta. Se volta é milagre, se morre é um foi com deus.
Enquanto a tal presidente fica pedindo clemência para dois traficantes brasileiros, o povo inocente, trabalhador, pagador de impostos morre nas mãos dos criminosos.
Se nossos congressistas doassem a metade do que ganham hoje em dia, daria para dar  7 milhões de bolsas famílias.
Quer melhorar o Brasil, vá ao panelaço de amanhã.
Não quebre nada, não destrua nada, lute apenas pela moralidade política brasileira.
Não podemos ser iguais a judeus silenciosos à caminho de uma câmara de gás, vamos a luta.
O JURIS  "ESPERNEANDIS" é gratuito.
Não use vermelho, dê preferência as cores que enaltecem o nosso lábaro estrelado, seja diferente. 
Se quiser ser muito diferente use luto


Agora se você for aquele alienado cultural use o botão abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário