segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O PODER CORROMPE?

Porto Alegre, 2 de agosto de 2009
-A pergunta por si somente se autoresponde.
Temos uma zELITE meritocrática digna do prelado romano.
vejamos que expresidentes brasileiros além de polpudas aposentadorias, benesses, ainda candidatam-se ao senado.
Pois alem do porque dessa meritocracia, gostaria de saber se é justo e digno, moral e ético o mesmo receber dois salários públicos?
Qual o motivo de um político que já foi quase todos os cargos políticos da nação e do estado que marginalizou, querer ser senador de novo pelo minúsculo contigente eleitoral do Amapá?
Essas coisas estão além da corrupção.
Eis aí o coronelismo nato, o feudalismo barato.
Nosso dinheiro público está num lixão, cujos garis são um bando de incapazes sociais.
Desconhecem conceitos de democracia, são os legítimos amorais republicanos.
Esse feudalismo foi montado em 1822, nunca nos tornamos independentes do império, os imperadores estão aí legislando, onde um procura derrubar o outro.
São os Marats e Rosseaus de uma pátria que nunca lutou para conquistar liberdades.
Essa decididamente não é a república almejada por Tiradentes, pelos julianos e farroupilhas.
Sete de setembro, quinze de novembro, são datas póstumas, mortas e aniquiladas pelos meritocratas brasileiros.
Eles compram cadeiras na academia brasileira de Iletrados.
Ler marimbondos de fogo, é um esculacho a Machado de Assis.
Infeliz foi Bilac ao dizer:
-Ama com fé e orgulho a terra em que nascestes, homem jamais verás políticos como estes.
bom dia...

Um comentário:

  1. São estas oligarquias podres, mas muito poderosas que mantém os parasitas populistas no poder majoritário.
    Imagina porque a mulla defendeu tanto o Bigodey?
    Imagina aliança Collor Lulla.
    Não fique muito surpreso com um dia próximo, aliança PSDB PT e DEM

    ResponderExcluir